A doce prisão de ter sempre a razão


“Eu sou o rei, a rainha,

 o dono do mundo!

- mas cadê todo mundo?”




Vamos admitir, é demais de gostoso escutar:

- Você sempre tem razão!